Carregando

3 décadas depois… e como está a Gestão de Transportes?

Img
Img

A logística no Brasil já tem no mínimo 3 décadas. Nestes anos todos é muito evidente a evolução das pessoas, processos, equipamentos e sistemas de informação.

Mas a evolução não foi bem equilibrada, tendo uma grande concentração nos processos de movimentação dentro do Warehouse e na gestão dos estoques.

Aí vem as perguntas:

Porque não evoluímos na mesma velocidade no transporte?
Porque o fluxo de informação não é estável e efetivo?

Se respondermos que temos uma frota marcada por autônomos e que notadamente existem muitas empresas de transporte “familiares” como os principais motivos, deveríamos repensar a resposta.

Hoje os embarcadores podem de forma mais efetiva e simples, serem os grandes motores da inovação dos processo de distribuição relacionados ao transporte.

Não conseguimos mais conviver com processos manuais de roteirização, otimização de frota, tracking de entregas, comprovantes físicos de entrega e conferência/ validação de faturas.

Todas estas etapas podem ser 100% automatizadas com baixo custo. As soluções atuais são acessíveis a embarcadores de todos os tamanhos e com a tecnologia de Cloud Computing e a conectividade atinge condições excelentes e viveremos uma época de low cost na automação.

Portanto não deveríamos falar de falta de sistemas adequados ou altos custos, mas sim de foco, know how e disposição para aplicar e utilizar toda a tecnologia disponível.

Por Daniel Oliveira
Logistic Leader and COMEX LATAM